Arquivo da categoria: Pérolas

Pérola

   “O que você não tem está escondido em alguém próximo a você; e o amor é o mapa     secreto  para esse tesouro.”

Este é Mike Murdock, interessante demais as suas pregações e pérolas que são muito bem vindas.

E em relação a este mapa aí acima…precisamos tirá-o do baú e sacudir a poeira, perseguindo assim,  tesouro escondido.

Anúncios

Pérola

Mais uma pérola!

 “O evangelho no Brasil tem quilometros de extensão e centímetros de profundidade”.

 Essa foi do Pr. Gustavo Bessa durante uma pregação em Israel . Ele falava sobre as “maravilhas” do mundo cristão brasileiro e a facilidade das pessoas se converterem por aqui (enquanto ele contava, a audiência composta por árabes, africanos e orientais vindos de países onde pregar Cristo leva à morte, aplaudiam). Porém, ao mesmo tempo que a Palavra é aceita facilmente, muitos desistem e se perdem ao longo do caminho, criando um grande grupo dos chamados “desviados” (nisso o público ficou mudo). Por que isso acontece? Uma resposta provável é exatamente a “pérola” escrita acima.

Concordo com o  pastor e ainda acrescento algumas hipóteses. O evangelho é tão farto no Brasil que as pessoas tem aquela visão “quando eu ficar mais velho, eu converto”. Talvez uma “perseguiçãozinha” fizesse bem aos meus conterrâneos.

Outra hipótese: a nossa imaturidade como cristãos (e os centímetros de profundidade) nos fazem olhar mais para os homens do que para Deus. Muitas vezes Jesus é culpado pelas decepções que outros nos causam. Aí pronto! Uma “boa” justificativa para o esfriamento da fé.

Mas a minha hipótese favorita: quem se desvia é porque realmente nunca conheceu a Cristo. Não que a vida longe dos padrões “cristãos” seja ruim, porque definitivamente não é (quem diz o contrário está mentindo!). Mas conhecer o Verdadeiro Amor é tão maravilhoso, que qualquer outra coisa se torna infinitamente menor. O problema, é que para realmente conhecer o “Autor e Consumador” da fé é preciso muito mais do que centímetros de conhecimento. É preciso se aprofundar a medida que a caminhada é iniciada. É preciso relacionamento, tempo e paciência. Enfim… Continuo caminhando. Boa semana!

http://i-relevante.blogspot.com/search/label/P%C3%A9rolas

Iana


Pérola

 

  “Quem define quem é meu irmão é o meu pai. Não sou eu”.
Essa é do Pr. Márcio Valadão. Já o ouvi dizendo isso algumas vezes, mas numa reunião ontem me chamou a atenção. Ele fala sempre refletindo sobre a discriminação na igreja e a divisão que infelizmente ainda há. Nós queremos escolher quem é nosso irmão, mas não temos esse poder. Concordo com o PM.
extraído do blog da Iana